terça-feira, 26 de junho de 2018

SUICÍDIO — mais uma loucura do mundo moderno

Suicídio — mais uma loucura do mundo moderno
Escrito por Plinio Maria Solimeo e publicado no site ABIM em 26 de junho de 2018
Ultimamente têm saído notícias de suicídios de atores famosos e de pessoas do mundo das artes. Para não falar do número sempre crescente de jovens em todo o mundo, principalmente no Japão.

Ora, afirma o 5º Mandamento da Lei de Deus: “Não matar”. Isso não se refere somente a tirar a vida do próximo, mas sobretudo a não tirar a própria. Por isso o suicida era visto como pessoa que cometera uma grande ofensa a Deus, Autor da vida. A Igreja, para manifestar seu horror a esse ato extremo, não lhe concedia cerimônias fúnebres públicas — como Missa de 7º Dia ou enterro no campo santo. (Ao mesmo tempo, como Mãe misericordiosa, não lhe negava os sufrágios em privado, desde que o escândalo fosse evitado).

terça-feira, 12 de junho de 2018

Ditadura chinesa já implantou o "Big Brother". O estado grande irmão chinês já pune todos aqueles que se manifestam contrários à alguma corrupção dos dirigentes chineses.

Escrito por Luis Dufaur* e publicado em 12/06/2018, às 05:30,  no blog Pesadelo Chinês

A rama financeira de Alibaba, o maior conglomerado de comércio eletrônico do planeta, aliás chinês, já passou a incluir em seu sistema o 'Zhima Credit'.

Esse apresenta no smartphone um inexplicado número de três cifras, entre 350 e 950.

O jornalista de “La Nación” de Buenos Aires constatou que seu número era 654, uma qualificação considerada 'excelente'.

Muito poucos sabem o que significa. Trata-se da entrada no sistema de pontuação social aplicado por Alibaba, para julgar seus clientes.

domingo, 3 de junho de 2018

"AQUECIMENTO GLOBAL": A maior "fake news" da história.

Escrito por Luís Dufaur* e publicado no blog "Verde: a cor nova do comunismo", 03/06/2018.

Timothy Ball, prof. emérito da Universidade de Winnipeg, Canadá:
“Aquecimento global” é a maior “fake news” da História

O aquecimento global antropogênico é a maior, mais espalhada e mais persistente ‘fake news’ veiculada até o presente, observou o Dr. Timothy ‘Tim’ Ball, professor emérito no Departamento de Geografia da Universidade de Winnipeg, Canadá, autor de diversos livros sobre as questões climatológicas em artigo para o especializado blog “Watts up with that”

Em parte essa enganação persiste porque os apelidados “céticos” – cientistas objetivos que recusam a “fake news” – não explicam o problema do aquecimento global em termos acessíveis para as pessoas simples.