sábado, 18 de fevereiro de 2017

Os esquerdistas te odeiam. Querem vê-lo escravizado e obediente, se não morto. Não se deixem enganar pelos seus ultrajes fabricados. Aceitem a verdade de que, se os deixarmos ganhar, passaremos o resto de nossas vidas com uma bota gigante pressionada em nosso rosto coletivo. Precisamos estar preparados para lutar.

ESCRITO POR KURT SCHILICHTER | 13 FEVEREIRO 2017 | no site Mídia Sem Máscara
Basta dizer algo positivo sobre a América ou Jesus e eles virão pululando como gafanhotos.

O engraçado é que qualquer um que se oponha a eles é um "nazista"

Eles te odeiam.

Os esquerdistas não apenas discordam de você. Eles não apenas sentem que você está equivocado. Eles não pensam que você está simplesmente errado. Eles te odeiam. Eles querem vê-lo escravizado e obediente, se não morto. Uma vez que você entenda isto, tudo que está acontecendo agora fará sentido. E você vai entender o que precisa estar pronto a fazer.


Você é normal e, portanto, um herege. Você se recusa a se curvar a seus ídolos, a subscrever seus catecismos distorcidos, a louvar seus falsos deuses. Isso é imperdoável. Você deve ser queimado na fogueira.

Conversa de louco? Basta perguntar a eles. Continue. Vá para a mídia social. Encontre um esquerdista - é fácil. Basta dizer algo positivo sobre a América ou Jesus e eles virão pululando como gafanhotos. Desafie-os, e muito rapidamente eles vão deixar cair suas máscaras e dizer o que eles realmente pensam. Eu sei. Eu mantenho um arquivo do Twitter com captura de tela em rápida expansão sobre esquerdistas.

Eles vão te dizer que os cristãos são idiotas e os veteranos são a escória.

Que os normais são subhumanos cujo papel é trabalhar como servos para subsidiar a elite progressista e seus clientes.

Que você deve morrer para abrir caminho para o Novo Homem/Mulher/Ou-o-que-seja Progressista.

Entenda que quando eles chamam Donald Trump de "ilegítimo", o que eles realmente dizer é que nosso desejo de governar a nós mesmos é ilegítimo. Sua desavença carnal não é com ele - é conosco, as pessoas normais que ousaram se levantar e exigir seu direito de participar do governo e da cultura deste país.

Eles o odeiam, porque, desafiando-os, você os impediu de viver de acordo com os ditames de sua falsa religião. Nossa rebeldia negou-lhes o estado de graça que eles procuram, exercendo seu direito divino de ditar todos os aspectos de nossas vidas insignificantes. Sua fé doentia dá sentido a esses esquisitos seculares, dando-lhes algo que enche suas vidas vazias com um fervor messiânico para ir em frente e conquistar e converter os pagãos.

E os pagãos somos nós.

Ah, existem diferentes seitas esquerdistas, é claro. Há os guerreiros da justiça social que fabricaram uma bizarra mitologia e escritura de opressão, privilégio e interseccionalidade. Ao invés de vestes sacerdotais, eles se vestem como genitais e matam bebês como um sacramento blasfemo. Depois, há os bichos da religião pagã do clima, convencidos que o fim está próximo e que nós devemos nos arrepender, abandonando nossos jipões. Naturalmente, o "nós" é realmente "a gente" [1] - os sumos sacerdotes do culto ao aquecimento global como Leonardo DiCaprio continuarão voando mundo afora com seus supermodelos, enquanto "a gente" faz o sacrifício ritual de nossos confortos modernos.

Também existem aqueles que simplesmente adoram a si mesmos, os elitistas que acreditam que toda sabedoria e moralidade foram investidas neles apenas porque eles foram para a faculdade certa, pensam os pensamentos corretos e zombam de qualquer um que viva entre I-5 e I- 95 [2].

Mas todas as seitas esquerdistas concordam - elas descobriram a verdade revelada, e impô-la aos normais ignorantes como nós é tão transcendentalmente importante que eles se sentem isentos de quaisquer limitações morais. São como o Estado Islâmico (ISIS), com hashtags em vez de fuzis Kalashnikov, comprometidos com o estabelecimento de um califado esquerdista.

Você se pergunta por que a esquerda está agora justificando a violência? Porque pensam que isso, no momento, os ajuda. Hoje, de repente, é OK socar um "nazista". Mas o engraçado é que qualquer um que se oponha a eles é um "nazista".

Você quer saber por que eles ignoram o Estado de Direito, por que eles podem por qualquer ninharia gritar contra Trump por ter se recusado a legitimar previamente, ainda durante a campanha, uma vitória de Hillary e, em seguida, gritar que ele é ilegítimo no momento em que ela perdeu? Porque seu único princípio é o que ajuda a esquerda a vencer num dado momento. É por isso que a mídia, alegremente, mente todos os dias sobre cada coisa que relata. Objetividade? Quando isso deixou de ser útil, deixou de existir.

Eles são fanáticos, e por não se render, por não se ajoelhar e por não obedecer, você comete um pecado imperdoável. Você desafiou a esquerda, e você deve ser arrebentado. Eles tomarão o seu emprego, caluniarão seu nome, até baterão em você ou o matarão - o que for preciso para quebrar você e aterrorizar os outros, fazendo de você um exemplo. Seu desafio não pode continuar. Eles não podem permitir que esta maioria Trump/Partido Republicano fique fora de controle. Eles devem esmagar essa rebelião dos normais, e absolutamente todas as cartas estão na mesa.

Nós os vimos queimar a Universidade de Berkeley e como a polícia controlada pelo governo esquerdista do estado da Califórnia ficou parada e assistiu americanos sendo espancados pela multidão. Por quê? Porque o governo do Estado da Califórnia aprova a violência. Você acha que é uma coincidência a Califórnia estar fazendo tudo o que pode para desarmar seus normais?

A esquerda não vai dizer em voz alta - pelo menos não ainda - mas não se engane. Se a violência é o que é necessário para a esquerda prevalecer, então teremos a violência. Você viu, e você entendeu. Berkeley era uma mensagem sobre o preço da dissidência onde os esquerdistas dominam. Eles procuram manter o controle em todos os lugares.

Como responder?

O primeiro passo é parar de negar. Abra seus olhos. Veja o que está acontecendo. Não se deixe iludir pela falsa nostalgia de um período passado de paz cultural que existia apenas porque, naquela época, a esquerda estava ganhando. Eles te odeiam. Olhe no Twitter. Olhe no Facebook. Tente dizer a si mesmo que os esquerdistas são apenas pessoas agradáveis que discordam de você em alguns detalhes da política. Pare de enganar a si mesmo.

Entenda que isso deve ficar muito pior antes que possa ficar melhor. Podemos querer parar a luta cultural/política, mas eles não podem parar. Sua religião lhes diz que somos golpistas, racistas, sexistas, homofóbicos que odeiam a ciência e amam Hitler. Como eles poderiam nos tolerar? Como eles poderiam permitir que chegássemos ao poder?

Eles não podem. Sua ideologia doente e sua falsa teologia exigem que sejamos escravizados ou exterminados - não podemos ser tolerados, e certamente não podem permitir que que tomemos as rédeas do poder. Eu esperava que a República Popular, que é o que realmente está no fundo deste declive escorregadio e ensanguentado, se tornasse irrelevante pela vitória do Partido Republicano em novembro. Eu estava errado. A esquerda redobrou seus esforços.

Portanto, o único resultado é que um lado ganha e o outro perde. Não há trégua, nenhuma possibilidade de união. E o assustador é que a esquerda é tão tola, tão presa em sua bolha que não tem compreensão de que só pode forçar, empurrar, até que as pessoas, com todas as armas e todo o treinamento, comecem a resistir e contra-atacar. Esse é o problema com as crianças que foram criadas acostumadas somente com troféus de participação [3] e que nunca entraram em uma briga de verdade - eles não consideram a possibilidade de que podem perder, e perder duramente.

Temos de garantir que eles percam. Entenda o seu inimigo. Compreenda que a esquerda explorará seus princípios morais para fazer você se desarmar - figurativa e literalmente. Não jogue o jogo deles. Não se deixem enganar pelos seus ultrajes fabricados. Nunca aceitem as suas mentiras, nunca tomem seu partido contra o povo ao defender a sua liberdade. Acima de tudo, aceite a verdade de que, se os deixarmos ganhar, passaremos o resto de nossas vidas com uma bota gigante pressionada em nosso rosto coletivo.

Eles nos odeiam. E se vierem contra nós, precisamos estar preparados para lutar.

Notas do tradutor, Heitor De Paola:

[1] the “we” is really “us”, literalmente “o nós é realmente nós”, o que não faria sentido em português. Usei o que me pareceu ser a melhor transliteração.
[2] Referência às rodovias Interstate 5 – a mais a oeste, significando figurativamente a California e a costa Oeste - e a Interstate 95 – a mais a leste – figurativamente New York, D.C., Estados da Nova Inglaterra. Entre as duas está o território que deu majoritariamente a vitória a Trump. É o “Flyover Country.”, ou seja, os esquerdistas voam entre as duas Costas e não imaginam o que existe entre ambas!
[3] Sistema escolar de premiação exclusivamente pela participação, evitando a competição. Já é largamente usado também no Brasil e faz parte da preparação do “Brave New World” onde toda a competitividade seria eliminada. Obviamente de raiz marxista para eliminar a falaciosa “luta de classes”.


Publicado no Townhall.

Tradução e divulgação: Papéis Avulsos - www.heitordepaola.com

Nenhum comentário: