sábado, 30 de janeiro de 2016

DINHEIRO PÚBLICO PARA A REVOLUÇÃO SOCIAL

Dinheiro público para a revolução social
Escrito por Gregorio Vivanco Lopes, 14/1/2016, no IPCO
É grande a rejeição que o MST vem encontrando por parte dos trabalhadores rurais, quando se trata de doutriná-los para formar o “exército de Stédile” (na expressão de Lula), com vistas a produzir levantes em favor da revolução social marxista.

Nem mesmo os ventos fortemente soprados de Roma em favor do líder do MST foram capazes de arrastar nossos meritórios e sagazes homens do campo. Sempre há os oportunistas, à procura de obter vantagens, mas deixar-se levar por sectarismos anticapitalistas é outra questão bem diferente.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

ARTIGO ENDEREÇADO ÀQUELES QUE ACREDITAM QUE A LIBERDADE PODE SER ALCANÇADA POR MEIO DE "POLÍTICAS PÚBLICAS"

Aqueles que acreditam que a liberdade pode ser alcançada por meio de “políticas públicas”
Escrito por Lew Rockwell, 8 de janeiro de 2016, no Instituto Ludwig von Mises Brasil
Uma das maiores derrotas do movimento intelectual pró-livre mercado foi permitir que suas idéias fossem categorizadas como sendo "opções de políticas públicas". Tal concessão sugere que se deve deixar a cargo do estado — de seus gerentes e intelectuais pagos — decidir como, quando e onde a liberdade deve ser permitida.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Governos socialistas desviam dinheiro público (corrompem) para destruir valores sociais

Uma corrupção lembrada e outra omitida
Escrito por Gregorio Vivanco Lopes em 18 de janeiro de 2016, no IPCO

A imoralidade mais desbragada enche nossas ruas e praças, os lugares públicos e privados, os shows, a televisão, o cinema, as revistas e o que mais se queira. Palavras como recato, decência, pudor, pureza, virgindade parecem ter sido abolidas do vocabulário cotidiano.

Hoje em dia, quando se fala em “corrupção”, logo se entende maracutaias financeiras de todo tipo — desvio de dinheiro público, enriquecimento ilícito, falcatruas, fraudes, negócios escusos… E a lista é longa, sempre em torno da administração de finanças públicas ou privadas. Em suma, é tudo aquilo que se encontra sob a influência e proteção do reverenciado Mamon — “deus” do dinheiro. Em termos católicos, é a transgressão do 7º Mandamento da Lei de Deus: Não roubarás.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

O TAPETINHO VERMELHO - Leia uma linda história de fé e acredite: Se você pedir a Cristo Deus receberá o que pediu sem que tenha sido retirado de outrem. Deus acrescenta sem redistribuir

O TAPETINHO VERMELHO (Autoria desconhecida)
Uma pobre mulher morava em uma humilde casa com sua neta, que estava muito doente.

Como não tinha dinheiro para levá-la a um médico e, vendo que, apesar de seus muitos cuidados, a pobre menina piorava a cada dia, com muita dor no coração, resolveu deixá-la sozinha e ir a pé até a cidade mais próxima, em busca de ajuda.

No único hospital público da região, foi-lhe dito que os médicos não poderiam deslocar-se até sua casa; ela teria que trazer a menina para ser examinada.

Desesperada, por saber que sua neta não conseguiria sequer se levantar da cama, ao passar em frente de uma Igreja resolveu entrar. Algumas senhoras estavam ajoelhadas fazendo suas orações. Ela também se ajoelhou.

Ouviu as orações daquelas mulheres e quando teve oportunidade, também levantou sua voz e disse:
"Olá, Deus, sou eu, a Maria. olha, a minha neta está muito doente. Eu gostaria que o Senhor fosse lá curá-la. Por favor. Anote aí, Deus, o endereço."

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

A PETROBRAS É UMA DAS PROVAS DE QUE O ESTATISMO PROVOCA MISÉRIA NO BRASIL

A Petrobras é a prova de que o estatismo é nome da miséria brasileira
Defesa de Dirceu vai dizer que foi o PT, não ele, quem indicou Renato Duque para a diretoria de serviços. Eis por que estatais devem ser privatizadas

Escrito por Reinaldo Azevedo,  26/01/2016 às 20:34, no Blog do Reinaldo na Veja
Há coisas que são mesmo do arco da velha, do balacobaco. A estar certo o que o informa o jornal O Globo, a defesa de José Dirceu vai dizer ao juiz Sérgio Moro que a indicação de Renato Duque, um dos réus da Lava-Jato, para a diretoria de Serviços da Petrobras não foi obra do ex-ministro.

A indicação teria sido feita, ora vejam, pelo diretório estadual do PT. Silvio Pereira, então secretário-geral do partido, teria encaminhado a questão.

Na última sexta-feira, Fernando Moura, outro lobista, afirmou que Dirceu só teria sido chamado à reunião que decidiria a diretoria da Petrobras para arbitrar uma espécie de empate entre Duque e Irani Varella, que já estava no cargo. Deu Duque.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Profecias catastroficamente erradas não desanimam catastrofismo verde - 2

Escrito por Luis Dufaur, 25 de janeiro de 2016, no Blog Verde: a cor nova do comunismo

Paul Ehrlich profetizava a virtual extinção da humanidade pela fome num planeta sem recursos naturais pelo ano 2000 ou antes



8. Peter Gunter, professor da North Texas State University, também escreveu em 1970:

“Os demógrafos concordam quase unanimemente na seguinte lista de acontecimentos: por volta de 1975 se produzirão fomes generalizadas na Índia; elas vão se espalhar por toda a Índia, Paquistão, China, Extremo Oriente e África. Pelo ano 2000 ou, como se pode supor, ainda mais cedo, as Américas do Sul e Central lutarão para sobreviver, carentes de víveres. Pelo ano 2000, o mundo inteiro, com exceção da Europa Ocidental, América do Norte e Austrália, terá falta do necessário para comer”.

sábado, 23 de janeiro de 2016

Teologia da Missão Integral, a TMI dos evangélicos, e a Teologia da Libertação, dentro da Igreja Católica, inserem teses falsas na fé cristã

sexta-feira, 28 de março de 2014

Mais-valia na “missão integral” e as manhas de Ariovaldo Ramos
Escrito por Edson Camargo no Blog Profeta Urbano, publicado no GospelPrime e no Mídia Sem Máscara, 28/3/2014.
É bom quando o culpado confessa o delito. Facilita o trabalho e reitera o valor e a veracidade de informações que divulguei, sob grossa nuvem de críticas baseadas na ignorância ou na mentira grosseira. Mais uma vez ele, Ariovaldo Ramos, ao vivo e a cores, fez o de sempre: inseriu teses seculares falsas na fé cristã. Admitindo que a “teologia” da “missão integral” (TMI) não faz uso do referencial teórico marxista, “apenas” (jamais esquecerei este “apenas”) da tese da mais-valia e da crítica ao capitalismo. Deu na Ultimato meses atrás.

Nesta quinta-feira (20), Ariovaldo Ramos publicou o mesmo texto em seu blog, justamente sem o trecho onde afirma isso e então enviou o link para o seu amigão de longa data Renato Vargens, que havia, antes tarde do que nunca, falado algo contra a TMI. Entendeu com quem estamos lidando? É assim que o “Ari” trata de questões espirituais e intelectuais com quem considera seu amigo.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

O mínimo que você precisa saber para não ser um liberalzinho

Escrito por Pedro Henrique Medeiros, 22/1/2016, no Mídia Sem Máscara

Vocês já devem ter visto por aí o famoso liberalzinho pó-de-arroz.

Esse liberal não segue um padrão unificado, mas muitos estereótipos fazem com que ele seja facilmente reconhecido.

Uma dessas características é a ojeriza que ele tem com os palavrões, que ele chama de 'palavras de baixo calão' -- sem saber que está usando um termo racista derivado da palavra 'caló', de origem cigana do sul da Espanha e que significa 'preto'. Ou seja, dizer que alguém usa palavras de baixo calão é o mesmo que dizer que a pessoa está usando linguagem de preto. O liberalzinho é todo afetadinho; quando escuta ou lê um palavrão, ele diz que está "horrorizado" (sic). Ui!

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Os ambientalistas mentem sobre supostas catástrofes desde 1970. As profecias foram desmentidas, mas eles continuam mentindo sobre a realidade do clima

Escrito por Luis Dufaur05:30, domingo, 17 de janeiro de 2016, no Blog Verde: a cor nova do comunismo
O que profetizavam os arautos do catastrofismo no primeiro Earth Day em 1970? Tudo falhou, mas eles prosseguem insensíveis ao fiasco

Se o caro leitor acredita no “aquecimento global”, no estiolamento iminente do planeta, no derretimento dos polos, na desertificação da Amazônia e outros pânicos ambientalistas, em sã lógica deveria achar que não está lendo este post, pois a vida e a civilização na Terra já teriam acabado, de acordo com as mesmas aterradoras crenças.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

LULA DISSE: “Duvido que tenha um promotor, delegado, empresário que tenha a coragem de afirmar que eu me envolvi em algo ilícito.” Se os promotores da Lava Jato não enfrentarem esse homem, então eles estão com medo ou trabalham para o PT. A hipótese de trabalharem para o PT é mais plausível

Há homens aí no Ministério Público Federal para aceitar o desafio de Lula?

Em entrevista a blogueiros de joelhos, mas bem remunerados, Lula diz que ninguém no mundo é tão honesto como ele; lança-se candidato a papa e intimida, com sucesso, a Operação Lava Jato
Por: Reinaldo Azevedo 20/01/2016 às 15:30 no Blog do Reinaldo na Veja

Lula, o poderoso chefão do partido que comandou os dois maiores escândalos de corrupção do país, concedeu entrevista no instituto que leva seu nome aos autoproclamados “blogueiros progressistas”. Era um café da manhã. Aqui se torna necessário proceder a uma rápida definição: um “blogueiro progressista” é aquele que vive de joelhos, tocando flauta para o PT em troca de publicidade oficial ou oriunda de entidades ligadas ao partido. São progressistas como um táxi. Eles só não são tão limpinhos.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

O BEM e as VIRTUDES devem ser apreciados sem moderação

Afirmar que o excesso de virtude torna-se vício é um erro muito grosseiro. As virtudes, por serem bens espirituais, e não materiais, não são limitadas, não há como se reverter em mau.

NENHUMA VIRTUDE É EXCESSIVA. Por que as virtudes justamente são PREDISPOSIÇÕES ESTÁVEIS AO BEM. Ora, digam-me, algum excesso de predisposição ao bem faz mal? Há um nível de Bem que faz Mal? Então Deus, que é Sumo Bem, é Mau!!! Jesus que tinha todas as virtudes em grau inumerável e divino era Mau!!! Isso é absurdo em si.

domingo, 17 de janeiro de 2016

DEUS E O ÔNUS DA PROVA - Aquele que afirma deve provar. Quem afirma que Deus não existe deve provar. Cristo provou sua existência como Deus. Ateístas devem provar que os acasos construíram o Universo, pois é isso que afirmam

Um leitor do blog afirma que reclamar provas da inexistência de Deus é “inversão do ônus da prova” e “desonestidade intelectual”. O raciocínio dele, imagino, é que compete a quem faz uma alegação oferecer os fundamentos nos quais tal alegação se baseia: portanto, não é verdade que a crença ateísta e a Fé em Deus estejam no mesmo patamar epistemológico, quando menos porque uma das duas proposições detém um ônus que a outra não possui. Ora, esta pretensão não tem sentido, pelos motivos que passo a expôr.

sábado, 16 de janeiro de 2016

Governo socialista chinês não desistiu do controle totalitário dos nascimentos

Escrito por Luis Dufaur no Blog Pesadelo Chinês
A enganosa propaganda oficial encobre dramas e horrores sociais incomensuráveis.
O dirigismo em matéria de filhos está abalando a já caótica China comunista.
O Partido Comunista chinês anunciou o fim da ditatorial e inumana “política do filho único” no início de 2016.

Essa política ditatorial e cruel só autorizava um filho por casal. Aplicada durante 35 anos, seus danos continuarão a se fazer sentir durante décadas.

Procura-se porém implantar com variantes essa desastrosa política no Ocidente, sob a alegação ecológica de que a Terra não pode suportar tanta população.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

As leis trabalhistas no Brasil beneficiam o mau empregado e o mau empregador. Ou

UMA POLÍTICA CONTRA O TRABALHO
Escrito por Percival Puggina*. Publicado em 06.01.2016 no Blog do Percival Puggina
Leis e instituições devem estar ordenadas pela razão, a serviço do bem comum. Há problema grave quando as instituições operam para si mesmas, ou quando a lei determina práticas que entram em contradição com o bem comum. Não hesito em afirmar que a legislação trabalhista brasileira, os mecanismos criados para regular as relações laborais e os critérios dominantes na Justiça do Trabalho produzem tal efeito. Gerar empregos, no Brasil, não é bom. É péssimo. São tantas e de tal monta os encargos incidentes sobre as folhas de pagamento que os trabalhadores recebem menos do que deveriam e os empregadores pagam mais do que poderiam.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Há sempre espaço para o arrependimento — esta é a grande maravilha da misericórdia de Deus! Mas há também sempre espaço para a queda. Ou:

Riquezas do Catolicismo: consciência das próprias misérias


Acho que é de Chesterton a frase segundo a qual tornar-se católico é o único meio que o ser humano tem de escapar à condição de ser escravo do seu tempo. Ao converter-se à Igreja Católica todo fiel coloca-se, imediatamente, sobre os ombros de vinte séculos de humanidade, e adquire uma visão de mundo de um tal alcance que não seria capaz de obter de outra maneira.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

SETE PRINCÍPIOS CRISTÃOS PARA UMA POLÍTICA REALISTA

Escrito por Kevin D. Young*, traduzido por Márcio Santana Sobrinho, publicado no Mídia Sem Máscara em 3/1/2016
Estamos em um mundo caído. As coisas não são como deveriam ser. A utopia não é possível.
Portanto, as decisões políticas devem lidar com o equilíbrio, pesando os prós e contras das várias políticas.

A Bíblia é um livro grande, de modo que há uma série de coisas que podem ser ditas no esforço de formar uma visão política de mundo a partir dos princípios bíblicos. Mas isto aqui é um blog, não um livro. Então deixe-me tomar apenas uma área doutrinária e destrinchar algumas implicações possíveis.

Creio que nossas mais importantes considerações políticas nascem de uma compreensão apropriada da pessoa humana. Quanto mais nossos políticos e instituições políticas agirem em acordo com o modo como as coisas realmente são e o modo como nós realmente somos, mais cresceremos como nação.

Considere estes princípios antropológicos à medida que desenvolve sua práxis política:

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Cardeal Bergóglio: A quem interessam as últimas propagandas ou falas do Vaticano?

Em toda ação política você não deve ver apenas o valor de face, aquilo que é dito, mas aquilo que realmente é feito e a quem favorece.

Aplique isso a TUDO. Preste pouca atenção a discursos e mais aos atos. Pergunte sempre "cui bono?" A quem favorece? Ai você tira o glacê de palavras e começa a ver a realidade por baixo.

Faça sempre isto, até mesmo com o papa, que é uma figura política também. Aliás, muito política no tabuleiro mundial. Ai você tem corretos juízos de valores sobre o pontificado. Cui bono, a quem favorece? Se a resposta a esta pergunta, aplicada a um pontificado, for diferente de "Igreja católica" temos ai um pontificado desastroso, potencialmente traidor. O mínimo que se espera do pontífice romano é que fortaleça a Igreja e suas crenças.

E quem quer reduzir as preocupações com o atual pontificado a "não gostar do papa" ou pior ainda "ser inimigo do papa", aplique o Cui Bono também. A quem interessa calar a preocupação com o bem da Igreja?

SEGREDOS E INCONFIDÊNCIAS - Você frequentaria confessionário cujo ocupante fosse mulher?

SEGREDOS E INCONFIDÊNCIAS

Escrito por Jacinto Flecha* no Blog AGUDAS & CRÔNICAS

Para não dar a algum eventual leitor malévolo desta crônica o pretexto para acusar-me de machista, deixo claro desde já que o conhecido episódio histórico de delação, associado ao que conhecemos como Inconfidência Mineira, não foi praticado por uma mulher, e sim pelo delator Joaquim Silvério dos Reis. Se Tiradentes não foi o que dizem, e os outros inconfidentes não foram o que disseram, não é assunto das minhas atuais cogitações, restritas à probabilidade de alguém guardar ou revelar um segredo. Adianto também que não me lembro de nenhuma ocasião em que eu mesmo tenha sido vítima de uma inconfidência feminina.

domingo, 10 de janeiro de 2016

Carta ao Juiz Jesseir Coelho de Alcântara

Domingo, 03 Janeiro 2016 22:14
(“Vós sois deuses... contudo, morrereis como um homem qualquer” – Sl 81,6-7)

Prezado juiz Jesseir Coelho de Alcântara.

Permite-me tratar-te por “tu” em vez de “Vossa Excelência”, sem que isso queira significar nenhuma falta de respeito.

Tu deves ter-te emocionado pelo recém-nascido encontrado no centro de Goiânia em 22 de dezembro de 2015, dentro de dois sacos de lixo, debaixo de uma árvore da Rua 01. A criança foi encontrada por um casal, socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada até o Hospital Materno Infantil, onde os servidores, emocionados, deram-lhe o nome de Manoel, “Deus conosco”. O bebê teve alta no dia de Natal, 25 de dezembro, com uma lista extensa de pessoas querendo adotá-lo[1]. Que alegria, para um juiz como tu, da 1ª vara de crime dolosos contra a vida, ver que uma pessoa foi salva de uma tentativa de homicídio!

Leia um livro cuja vida do personagem principal corre paralela à do seu país natal (a França), num roteiro de decadência inelutável que desemboca na submissão quase simultânea de ambos ao islamismo.

Escrito por Olavo de Carvalho* e publicado no Mídia Sem Máscara
sh
Não lembro quem disse, mas, no fim das contas, um romance nada mais é que uma vida, a biografia de um personagem imaginário. Não necessariamente uma biografia completa, do berço ao túmulo, mas um apanhado dos episódios essenciais que marcam a figura de um destino individual de tal modo a fazer dele um símbolo, um modelo aproximativo de muitos destinos possíveis.

sábado, 9 de janeiro de 2016

O ATEÍSMO NÃO PASSA DE UM ARREMEDO DE RELIGIÃO


Um ano após o ataque, a revista lança mais uma vez uma capa provocativa e um editorial raivoso. E o interessante aqui é encontrar, na pena do atual diretor do jornal, o mais irracional fanatismo religioso — do mesmo tipo que o sr. Laurent Sourisseau se esmera por projetar nos seus desafetos. A sua honestidade (quiçá involuntária) chega a ser tocante: em um rasgo de proselitismo, afirma que «as convicções dos ateus e dos laicos podem mover ainda mais montanhas que a fé dos crentes» e, com o fervor expectante de um religioso afrontando os infiéis, profetiza que «[n]ão serão eles [os autores do atentado] a assistir à morte de Charlie. Será Charlie a vê-los morrer.» É uma pena que ele não tenha a coragem de retratar os seus verdadeiros desafetos e, ao invés disso, tenha preferido usar, na capa de Charlie, a figura do Deus cristão ocidental e não a de Maomé. Mas os atos humanos são produtos de suas convicções mais íntimas — é outra forma de dizer «ex abundantia enim cordis os loquitur»… –, e de uma crença medíocre como o ateísmo de Charlie Hebdo é de se esperar que não venha, mesmo, de ordinário, senão atitudes medíocres.

As políticas esquerdistas parecem irracionais e corruptas, mas são deliberadamente feitas em função da conquista do poder. Ou seja: apenas são malignas

Gasto irracional e corrupção
Escrito por Alberto Mansueti*
00dinheiro1
“A corrupção pode estar entre 10 a 20% do gasto do Estado em cada país. Sem dúvida é roubo. Porém, e o resto do dinheiro? E os 80 a 90% que não são roubados?
Os socialistas querem fazer crer que “o Estado existe para redistribuir riqueza”, concedendo educação grátis, saúde e aposentadorias grátis, presentes e auxílios “para o povo!”

Grande mentira! Nada é “grátis” na vida. Pagamos os gastos do Estado com impostos. E entre as contribuições (e multas) “impostas” inclui-se a dívida do Estado, um imposto postergado; a inflação, um imposto disfarçado; e os confiscos de empresas e ativos econômicos a título de “expropriações”.

Porém a educação, a assistência médica, as pensões e, de modo geral, os serviços que o Estado presta são ruins e de má qualidade. As empresas do Estado costumam dar prejuízo. E para a economia privada o Estado também decreta cargas regulamentares, chamadas de “regulatórias”. E acabam não sendo muito produtivas. A fiscalização é selvagem. Na Argentina, por exemplo, os impostos levam uns 50% da economia formal! Em outros países a tributação se aproxima perigosamente desse número. Assim a pobreza resiste em desaparecer, porque a “recuperação” econômica nunca chega.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

'VOLUME MORTO' DO JORNALISMO BRASILEIRO FAZ SELFIE COM A SUPOSTA 'PRESIDENTA'

Escrito por Aluízio Amorim no Blog do Aluízio Amorim

Os alegres rapazes e raparigas da grande mídia brasileira fazem selfie com a "presidenta" no Palácio do Planalto. Foto de O Antagonista

O Antagonista anotou o seguinte sobre a foto que está aí acima:
“Os jornalistas que participaram do café da manhã com Dilma Rousseff aproveitaram para fazer um selfie. É o retrato de boa parte da imprensa brasileira: servil, provinciana e aduladora.”
Esta informação serve para corroborar o que tenho reiterado aqui neste blog, ou seja, que a esmagadora maioria dos jornalistas brasileiros, além de escrever muito mal, compõe o pelotão avançado do PT dentro das redações.

O triplo desastre gerado pela tentativa de se impor uma igualdade econômica

Escrito por George Reisman*, segunda-feira, 4 de janeiro de 2016, no IMB (Instituto Ludwig von Mises Brasil) via facebook Carlos Nigro
As pessoas são desiguais em sua herança genética, em sua criação pelos pais, no ambiente em que crescem e, acima de tudo, nas escolhas importantes que fazem ao longo de sua vida. 

Um inevitável resultado disso é a desigualdade econômica, a qual vários progressistas dizem ter de ser remediada por meio de políticas que levem à igualdade econômica.

Só que impor a igualdade econômica gerará, no mínimo, três efeitos enormemente destrutivos.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

AS VACAS MAGRAS CHEGARAM

Escrito por Nivaldo Cordeiro* e publicado no Blog Nivaldo Cordeiro - Um espectador engajado
Dilma Rousseff teria que ter sido deposta antes do Ano Novo, mas o PT tem força e conseguiu procrastinar a decisão, que já está tomada no âmbito das Casas legislativas. Como o STF refez as decisões rituais de Eduardo Cunha o parto para expelir Dilma Rousseff se prolongou por, pelo menos, seis meses. Será um tempo trágico para o Brasil, que precisa se reorganizar politicamente e tomar tirocínio administrativo, impossível sob um governo do PT.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Sempre achei que Deus criou o homem e o capitalismo ao mesmo tempo. Até os Dez Mandamentos seguem regras capitalistas

Escrito por Alberto Mansueti* no Mídia Sem Máscara
Por isso votar nas esquerdas é tão imoral quanto o próprio sistema socialista, porque valida todas as faltas citadas à lei de Deus, e porque a cobiça manda o Estado roubar “dos ricos” para repartir “com o povo”.
“Em que parte da Bíblia há apoio para o capitalismo?”, me perguntam no rádio. Digo que principalmente nos Dez Mandamentos, o resumo da lei de Deus, ao condenar e proibir severamente todo tipo de abuso de poder e idolatria, incluindo a que se rende ao Estado. Porém, vamos por partes.

Primeiro, o que é o capitalismo? É o nome dado pelos comunistas ao “sistema de economia natural” ou de livre mercado que surgiu de maneira espontânea quando havia “governo limitado”, o sistema político que Deus ordena na Bíblia: em seus cinco primeiros livros, especialmente Deuteronômio. Ele já não existe porque em quase toda parte as esquerdas impuseram um governo totalitário e socialista sem limites, contrário à natureza das coisas, que o substituiu.

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

O juiz Moro ainda não teve coragem de prender Lula. Será que terá? ...

O site O Antagonista anota a seguinte informação: O juiz Sérgio Moro retorna do recesso judiciário para reassumir o comando da Lava Jato na quinta-feira 7, com toda a equipe da força-tarefa. O título da pequena nota não pode ser mais eloquente: "Lula, acerte do despertador". Faz sentido porque as operações da Lava Jato costumam ocorrer nas primeiras horas do amanhecer.

As mulheres podem estar a ter melhores resultados nas escolas, mas elas não estão a ter melhores resultados onde realmente interessa, isto é, na vida

As mulheres estão a superar os homens mas não onde realmente conta
Escrito por Martin van Creveld no Marxismo Cultural

Levando em conta as notas, primeiro nas escolas e depois nas universidades, as mulheres estão a superar os homens. Para alguns, este fato, que supostamente chega depois de milênios de subjugação e opressão, é uma bênção. Mas outros há que olham para este facto como um sinal de perigo que aponta para a feminização da sociedade que, sob o risco de perder a competitividade com outras nações mais viris, é algo que tem que ser evitado a todo o custo.

Mas é isto verdade?

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

PT é o favorito para as eleições de 2018 porque tem mídia comprada, dinheiro público para financiar campanha, Lei Rouanet e, mais que tudo isso, é a única Organização partidária a jogar o jogo político

O PT é favorito para as eleições de 2018. E o que fazer quanto a isso?
O Antagonista lembra duas previsões de Fernando Limongi, professor da USP, entrevistado pelo Estadão: “Para 2018, a chance de o PT ganhar a Presidência é zero. Na eleição de 2016, para prefeito, o PT não vai eleger nem síndico no prédio do Lula”.

O Antagonista concorda com Limongi. Eu discordo.

domingo, 3 de janeiro de 2016

A PERSPECTIVA CRISTÃ NAS PRÓXIMAS DÉCADAS


Escrito por Rodorval Ramalho* no Mídia Sem Máscara 30/12/2015

rembrandt
Provavelmente, nunca vivemos um tempo tão temeroso da verdade. Esse temor se expressa através do relativismo, do niilismo, do cinismo, do ceticismo e várias outras doenças do espírito. Tais enfermidades têm um canto de sereia envolvente – a facilidade com que se chega ao cume dos seus argumentos.

Por outro lado, emergem versões das mais variadas formas de cientificismo, tentando nos convencer de que o império do conceito é a única maneira de nos relacionarmos com o mundo que nos envolve. Para estes, esse mundo pode ser, gradativamente, resumido a uma idéia, um sistema, uma equação. Assim, o que não vier dos esforços experimentais da ciência é considerado futilidade, ilusão, engano, delírio.

sábado, 2 de janeiro de 2016

POLÍTICA - O importante é não negar os fatos

Num mundo conturbado, a gente quer olhar para a Igreja e dizer: "Ali há ordem, ali há gente boa". Quando a gente descobre que tem gente muito mal intencionada e muito safada, até mesmo perigosamente perto do topo, a gente entra em negação. A negação é uma reação de um modelo mental idealizado da realidade. É uma versão psicológica do "matar o mensageiros das más notícias". Ai começam as exigências mirabolantes de obediência fora da doutrina, coisa que o clero mau capitaliza, evidentemente.

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Em 2016 e nas próximas décadas, é mais importante do que nunca que se divulguem o Islã e as palavras de seu profeta para os cristãos

É mais importante do que nunca que divulguemos o Islã e as palavras de seu profeta para os cristãos.

Explico: Como é moralmente aceito (taquiya) pelo Islã que um muçulmano minta e distorça para submeter o Khafir (infiel), os seus missionários (com amplo apoio da imprensa e dos petro-dólares) apenas divulgam a pequena parte paz e amor para conseguir seus conversos. Depois vem as letras miúdas, infelizmente a maior parte do volume de texto, cuidadosamente mantidas em árabe. Religião de Paz, é?