terça-feira, 29 de setembro de 2015

45 METAS COMUNISTAS ATUAIS

Escrito por Bethany Blankley*, traduzido por William Uchoa e publicado no Mídia Sem Máscara
Nota de Heitor de Paola: 
Entre 1958 e 1960 o Politbüro do PCUS, reconhecendo as deficiências industriais e agrícolas e a crise geral do sistema (soviético) (...) causada inclusive pelo vazamento dos crimes de Stalin (...) elaborou uma nova estratégia de dominação mundial. Sielepin, então Diretor do KGB (...) demonstrou que não havia mais lugar no mundo para levantes populares vionletos. A nova estratégia de longo prazo, baseada inclusive nos estudos de Gramsci e um retorno a Lenin, visaria objetivos intermediários. (...) Foi planejada então a futura Perestroika, finalmente implantada por Gorbachev em 1985.
(Trechos do livro O Eixo do Mal Latino-Americano e a Nova Ordem Mundial, cuja 2ª edição sairá nos próximos dias).

Cleon Skousen, um ex-agente do FBI escreveu “The Naked Communist” (O Comunista Nu), que foi publicado em 1958. Ele listou 45 áreas nas quais acreditava que os objetivos comunistas seriam aplicados para transformar radicalmente a América. Alguns anos mais tarde, em 1963, a lista de Skousen foi introduzida no Congressional Record (Arquivo do Congresso) dos EUA pelo deputado Albert S. Herlong Jr. (D-FL).

Desde então, a advertência de Skousen foi mencionada várias vezes, mas aparentemente não foi levada em conta. Notavelmente, suas previsões sobre a mudança de corações e mentes norte-americanos através da transformação das atitudes públicas sobre os papéis sociais, econômicos, educacionais, militares, e familiares ao mesmo tempo, usando a mídia para propagar falsidades e desinformação são evidentes em toda e qualquer área da sociedade na América de 2015.
Na verdade, o lema "Esperança e Mudança" (“Hope and Change) de Barack Obama se assemelha mais ao que está descrito nesta lista. Talvez ele a leu e decorou. Independentemente disso, é uma condenação de gerações de lideranças fracassadas tanto públicas como privadas, tanto individuais como corporativas, nos Estados Unidos.

Abaixo está uma transcrição do Registro do Congresso dos EUA tomada desde o apêndice, pp. A34-A35, publicado em 10 de janeiro de 1963.

EXTENSÃO DO DISCURSO DO HON. A. S. HERLONG, JR. DA FLÓRIDA NA CÂMARA DOS DEPUTADOS (HOUSE OF REPRESENTATIVES)

Quinta-feira, 10 de janeiro de 1963
Sr. HERLONG. Sr. Presidente, a Sra Patricia Nordman of De Land, Fla., é uma oponente ardente e articulada do comunismo, e até recentemente publicou o De Land Courier, que ela dedicada ao propósito de alertar o público para os perigos do comunismo na América .

A pedido da Sra Nordman, incluo no registro, sob consentimento unânime, as seguintes "Metas comunistas atuais", que ela identifica como um trecho de "The Naked Comunista" (O Comunista Nú), de Cleon Skousen:

METAS COMUNISTAS ATUAIS
1. Aceitação dos EUA de coexistência como a única alternativa para a guerra atômica.

2. Disposição dos EUA de capitular na preferência a se envolver em guerra atômica.

3. Desenvolver a ilusão de que o desarmamento total [pelos] Estados Unidos seria uma demonstração de força moral.

4. Permitir livre comércio entre todas as nações, independentemente de filiação comunista e independentemente de haver ou não que itens poderia ser usados para guerra.

5. Extensão de empréstimos de longo prazo para a Rússia e satélites soviéticos.

6. Fornecer ajuda americana para todas as nações, independentemente da dominação comunista.

7. Garantir reconhecimento da China Vermelha. Admissão da China Vermelha na ONU.

8. Configurar a Alemanha Oriental e Ocidental como estados independentes, apesar da promessa de Khrushchev, em 1955, de resolver a questão alemã por eleições livres sob supervisão da ONU

9. Prolongar as conferências para proibir testes atômicos porque os Estados Unidos concordaram em suspender os testes contanto que as negociações estejam em andamento.

10. Permitir a todos os satélites soviéticos representação individual na ONU.

11. Promover a ONU como a única esperança para a humanidade. Se a sua carta for reescrita, exigir que ele seja configurada como um governo mundial com suas próprias forças armadas independentes. (Alguns líderes comunistas acreditam que o mundo pode ser tomado tão facilmente pela ONU como por Moscou. Às vezes, esses dois centros competem entre si, como eles estão fazendo agora no Congo).

12. Resistir a qualquer tentativa para ilegalizar o Partido Comunista.

13. Acabar com todos os juramentos de fidelidade.

14. Continuar dando à Rússia acesso ao Escritório de Patentes dos Estados Unidos.

15. Capturar um ou ambos os partidos políticos nos Estados Unidos.

16. Utilizar as decisões técnicas dos tribunais para enfraquecer as instituições americanas básicas alegando que suas atividades violam direitos civis.

17. Obter o controle das escolas. Usá-las como correias de transmissão para o socialismo e propaganda comunista atual. Suavizar o currículo. Obter o controle de associações de professores. Colocar a linha do partido em livros didáticos.

18. Ganhar o controle de todos os jornais estudantis.

19. Usar revoltas estudantis para fomentar protestos públicos contra programas ou organizações que estejam sob ataque comunista.

20. Infiltrar a imprensa. Obter o controle das atribuições de revisão de livros, escrita editorial, posições de formulação de políticas.

21. Ganhar o controle de posições-chave na rádio, de TV e filmes.

22. Continuar desacreditar a cultura americana, degradando todas as formas de expressão artística. Uma célula Comunista Americana foi instruída para "eliminar toda boa escultura de parques e edifícios, substituir por formas disformes, inábeis e formas sem sentido."

23. Controlar os críticos de arte e diretores de museus de arte. "Nosso plano é promover o feio, o repulsivo, a arte sem sentido."

24. Eliminar todas as leis que regem a obscenidade chamando-as de "censura" e uma violação da liberdade de expressão e de imprensa livre.

25. Quebrar os padrões culturais de moralidade através da promoção de pornografia e obscenidade em livros, revistas, filmes, rádio e TV.

26. Apresentar a homossexualidade, degeneração e promiscuidade como "normais, naturais, saudáveis."

27. Infiltrar as igrejas e substituir a religião revelada pela religião "social". Desacreditar a Bíblia e enfatizar a necessidade de maturidade intelectual, que não precisa de uma "muleta religiosa".

28. Eliminar a oração ou qualquer fase da expressão religiosa nas escolas sobre o fundamento de que ela viola o princípio da "separação entre Igreja e Estado."

29. Desacreditar a Constituição americana, chamando-a de inadequada, antiquada, fora de sintonia com as necessidades modernas, um obstáculo para a cooperação entre as nações em nível mundial.

30. Desacreditar os Pais Fundadores americanos. Apresentá-los como aristocratas egoístas que não tiveram nenhuma preocupação com o "homem comum".

31. Menosprezar todas as formas de cultura americana e desestimular o ensino da história americana sob o argumento de que era apenas uma pequena parte da "grande imagem." Dar mais ênfase à história da Rússia desde que os comunistas tomaram o poder.

32. Apoiar qualquer movimento socialista para dar controle centralizado sobre qualquer parte da cultura-educação, serviços sociais, programas assistenciais, clínicas de saúde mental, etc.

33. Eliminar todas as leis ou procedimentos que interferem com o funcionamento do aparelho comunista.

34. Eliminar o Comitê de Atividades Antiamericanas.

35. Desacreditar e finalmente desmantelar o FBI.

36. Infiltrar e ganhar o controle de mais sindicatos.

37. Infiltrar e ganhar o controle do grande negócio.

38. Transferir alguns dos poderes de prisão da polícia para entidades sociais. Tratar todos os problemas comportamentais como distúrbios psiquiátricos que ninguém além de psiquiatras conseguem entender [ou tratar].

39. Dominar a profissão psiquiátrica e usar as leis de saúde mental como um meio de ganhar o controle coercitivo sobre os que se opõem aos objetivos comunistas.

40. Desacreditar a família como uma instituição. Incentivar a promiscuidade e facilitar o divórcio.

41. Enfatizar a necessidade de criar os filhos longe da influência negativa dos pais. Atribuir preconceitos, bloqueios mentais e retardamento das crianças à supressiva influência dos pais.

42. Criar a impressão de que a violência e a insurreição são aspectos legítimos da tradição norte-americana que os estudantes e grupos de interesse especial devem levantar-se e usar a ["] força unida ["] para resolver os problemas econômicos, políticos ou sociais.

43. Derrubar todos os governos coloniais antes que as populações nativas estejam prontas para o auto-governo.

44. Internacionalizar o Canal do Panamá.

45. Revogação da reserva Connally de modo que os Estados Unidos não possam impedir o Tribunal Mundial de jurisdição de apreensão [sobre problemas domésticos. Dar a jurisdição ao Tribunal Mundial] sobre as nações e indivíduos da mesma forma.


Tradução: William Uchoa

Tags: história | comunismo | desinformação | notícias faltantes | Obama | revolução | Estados Unidos

Nenhum comentário: