domingo, 16 de agosto de 2015

Organizações Globo criticam gastos dos manifestantes de 16/8/2015 com um boneco inflável, mas escondem os gastos governamentais com publicidade

Globo, em modo canalha, reclama do custo de 12 mil de boneco de Lula
Mas são muito cínicos mesmo! Mesmo com o golpe desta semana (que inclui a aliança do PT com a Globo, confessada principalmente pelos blogueiros estatais do governo), parece que a escória jornalística fracassou no intento de acabar com as manifestações, que estão indo muito bem, obrigado.

Sem o menor desconfiômetro, o site da Época saiu-se com a mesquinharia abaixo:
Em Brasília, um grupo gastou R$ 12 mil para ter um boneco inflável que faz alusão ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Só faltou eles dizerem que esses 12 mil reais vieram de doações, voluntárias, e não de verba estatal, como o foram os 980 mil destinados à Marcha das Margaridas, recentemente.

Aliás, a Rede Globo recebeu 6 ou 7 bilhões de verbas estatais de anúncios, verbas estas imorais até a medula.

Nas próximas manifestações, seria interessante exigir um projeto de lei colocando limites rígidos ao fornecimento de verba estatal de anúncios, eliminando tanto a possibilidade de blogs governistas serem privilegiados, como de empresas como Rede Globo receberem verba de publicidade de empresas monopolistas (exemplo: Petrobrás e Correios), que deveriam ser proibidas de fazer publicidade estatal. Ademais, um limite de R$ 500 milhões de reais por ano a todo o conjunto de publicidade estatal deveria ser imposto, já que hoje o governo gasta cerca de R$ 3 bilhões por ano.

A essência do golpe governista está em usar verba estatal para comprar mídia e controlar o fluxo de informações, bem como usar a máquina do estado para comprar apoio de artistas (via Lei Rouanet) e base governista. Atacar realmente o governo é atacar esses meios para manutenção do totalitarismo.

Nenhum comentário: