quarta-feira, 5 de março de 2014

Você sabe qual a única condição que o preservativo é moralmente válido?

A única condição que o preservativo é moralmente válido

Perguntas cretinas merecem respostas apostolicamente irônicas.

Padre,
Li sua resposta sobre a criança que aprendeu a pôr camisinha com a boca. Sou casada, fiel mas sempre ponho a camisinha no meu marido com a boca, e sou muito boa nisso! Mas ouvi que a Igreja é contra o sexo oral. Então por camisinha com a boca é pecado???


Frei Rojão responde:
Madame... Não a chamo de senhora porque quem tem prática e "é muito boa" (SIC) em por camisinha com a boca senhora de família no mínimo não foi em todos os períodos da vida, se é que me entende.

Madame, adianta eu dizer sobre a imoralidade intrínseca da camisinha e dos fins apropriados da reprodução humana? Não, não adianta. Então combinemos que eu respondo que colocar a camisinha com a boca é pecado sim. E com as mãos também. Com a orelha também. No seu caso específico com a pata traseira ou a cauda também. 
Há, contudo, uma única condição que o preservativo é moralmente válido, pondo com uma chave inglesa ou chave de engenheiro. De todas as formas é errado, mas com uma chave inglesa não! Isto eu só conto na Pastoral da Família e no curso de noivos. Verdade, eu não estou mentindo não! Já foi pecado, mas foi liberado pelo Concílio Vaticano II... verdade! Pode consultar a Constituição Apostólica Clavii Anglicani Vapulum Osculate

De agora em diante coloque camisinhas "no seu marido" (sei...) apenas com uma chave inglesa. Sempre! É o único método aprovado pela Igreja. Depois me conta como foi a intensificação da vida matrimonial. E se quiser um pouco mais de pimenta e fantasia, tente usar um alicate de pressão...

Tags: uso da camisinha, Frei Clemente Rojãoimoralidade intrínseca da camisinha, perguntas cretinas, respostas irônicas

Nenhum comentário: