segunda-feira, 31 de março de 2014

Veja o discurso totalitário do PC do B de Jandira Feghali. Ela quer punir SBT para punir Rachel Sheherazade por falar a verdade. Ou

O Brasil pede socorro: A pregação totalitária de Jandira Feghali
Quando alguém gera um conteúdo para a guerra política, resultados são obtidos, sejam eles favoráveis ou não. Há um peso naquilo que escrevemos ou publicamos, por qualquer meio ou formato. Constatações óbvias como essa deveriam nos levar a ter mente os frames que usamos, os rótulos que impomos (e/ou aceitamos) e as reações que causamos.

O vídeo “A pregação totalitária de Jandira Feghali” da série O Brasil Pede Socorro é um dos melhores que vi recentemente, feito para denunciar a sanha totalitária da extrema-esquerda.

A característica mais importante que vi é o efeito Karate Kid. Para quem não se lembra, o filme de 1984, dirigido por John G. Avildsen, causava um efeito interessante na plateia: fazia grande parte dela se inscrever em uma academia de karatê logo após terem visto o filme.

O que precisamos, na confecção de conteúdo para a direita, é gerar efeito similar. Isto é, ao final de lermos ou assistirmos algo, ficar com vontade de partir para a ação. Esta ação pode ser de várias formas, incluindo a militância nas redes sociais, a confecção de vídeos no YouTube, a promoção de uma manifestação e o que valha.

Para termos esse efeito, é preciso deixar clara uma situação de conflito. Observe os grandes campeões de audiência do cinema e sempre você verá um herói em conflito, contra um ou mais vilões, e enfim a superação deste conflito. Note que a superação do conflito é apenas o resultado final, pois o que atrai o público é a expectativa de superação do conflito.

No vídeo, a mera exposição dos discursos dos líderes do PT e, especialmente de Jandira Feghali (líder do PCdoB, o que dá no mesmo), serve para mostrar que estamos diante de pessoas extremamente maquiavélicas e cínicas, cujo grau de vileza muitas vezes é até difícil de ser expressado. Jandira Feghali, exposta por suas próprias palavras, é visualizada como uma pessoa realmente má.

Observe a reação dos comentaristas do vídeo, e, em muitos casos, essa é a percepção do público. Estamos diante dos seres mais abjetos da face da Terra, promovendo uma das iniciativas mais abjetas possíveis (o uso do estado para silenciar oponentes) e não é possível que as pessoas decentes fiquem impassíveis diante disso.

Por isso, peço que divulguem este vídeo ao máximo. Mais ainda: é importantíssimo (e urgente) que criemos mais conteúdo neste sentido, sempre em defesa da democracia, e expondo a extrema-esquerda como a promotora oficial do totalitarismo marxista e fascista.

Segue abaixo o vídeo:

Nenhum comentário: