quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Há motivos para não acreditar que a parada em Portugal foi técnica. A parada deveria ser ocultada dos brasileiros. Foi programada por interesse da Organização PT, mas a Dilma pisou na bola e o "chef" do restaurante divulgou na internet. SUJOU!!

Por Coronel do Blog CoroneLeaks (Coturno Noturno)
Hoje, em entrevista coletiva para a imprensa "miguxa" presente em Cuba, a presidente Dilma Rousseff declarou: "Eu posso escolher o restaurante que for, desde que eu pague a minha conta. Eu pago a minha conta... Não tem a menor condição de alguma vez eu usar cartão corporativo; no meu caso está previsto para mim cartão corporativo, mas eu não faço isso porque eu considero que é oportuno que eu dê exemplo, diferenciando o que é consumo privado do que é consumo público".

Não sei , Presidente Dilma, se a senhora paga as suas contas, pois grande parte dos gastos do seu Gabinete está sob segredo de estado, especialmente os que se referem aos cartões corporativos. E não é pouco dinheiro, Presidente Dilma. É um Tejo de dinheiro. Um Boeing de dinheiro. Dinheiro público, mas secreto!

Em 2012, o seu gabinete gastou R$ 4,5 milhões, sendo que R$ 4,1 milhões ficaram sob sigilo. Em 2013, cujas contas ainda não fecharam, os gastos já chegaram a R$ 6,1 milhões, dos quais R$ 5,6 milhões estão lançados como secretos. Está lá no Portal que um dia foi da Transparência.

Presidente Dilma, os seus gastos não contabilizados, pagos pelos brasileiros, mas aos quais os brasileiros não têm acesso para fiscalizar, aumentaram em R$ 1,5 milhão de um ano para o outro. Uma variação de 36,5%! Os gastos escondidos, que eram de R$ 11, 2 mil por dia no ano retrasado, já alcançaram R$ 15,3 mil no ano que passou. E a senhora vive dizendo que a inflação está sob controle...

Por isso, enquanto a senhora esconder do povo brasileiro no que está gastando o dinheiro dos impostos que ele paga, Presidente Dilma, baixe a bola. A senhora não tem como garantir que nós, os brasileiros, não estamos pagando as suas despesas pessoais, que deveriam ser pagas com o seu salário e não com o nosso.

Nenhum comentário: