sábado, 16 de novembro de 2013

Identidade do Partido Conservador

Os conservadores identificam-se com liberdade, democracia, economia de mercado e com conservação dos bons valores. Na verdade, os conservadores conservam os bons costumes e liberam o progresso na economia e os liberais querem o governo para impor novos costumes e intervir na economia em nome da mentira do progresso e da igualdade material entre pessoas. 

Nada mais contraditório no mundo de hoje, mas quem acompanha com inteligência o xadrez político sabe da verdade da liberalidade econômica dos conservadores e do intervencionismo na economia efetivado pelos liberais americanos ou pelos esquerdistas no Brasil.

A maioria dos conservadores é cristã e prefere ser filha de Deus ao invés de darwinistas e sabe que a evolução individual existe tanto materialmente quanto espiritualmente, mas a evolução espiritual coletiva não existe. Conservador, à medida que o tempo passa, mais tem certeza que a natureza humana criada por Deus é imutável. 

Imutável porque Deus nos criou uma única vez como seres maravilhosos, mas portadores dos pecados da inveja, preguiça, ganância, ira, avareza, luxúria e soberba, ou seja, criou-nos essencialmente capitalistas. Podemos evoluir individualmente durante nossa vida corporal, mas nossos filhos nascerão de novo com esses pecados que são originais. Por isso, não há evolução espiritual coletiva, mas a liberdade do homem capitalista exacerbar seus “defeitos” conduz a humanidade à evolução material. No entanto, o grande desastre da evolução material é o modelo socialista que acaba com a vontade de produzir porque a produção não é de quem produz, mas sim do estado.

O espantoso desse homem capitalista criado por Deus é que ele tem defeitos que colaboram para sua evolução material individual e coletiva, mas o anjo decaído, o pior dos filhos de Deus, possuidor no mais alto grau nocivo de todos os pecados, inventou o socialismo com objetivo de destruir a criação divina.

A identidade do Partido Conservador é capitalista porque capitalismo é a descrição do ser humano que é competitivo, diferente, solidário, caridoso e prudente. O conservador age em prol do ser humano e conforme a realidade da vida. 

O oposto da identidade conservadora é a identidade esquerdista ou socialista que representa uma ação destruidora do ser humano. Na verdade, o que se diz socialista faz parte da escória da raça humana porque 1)inveja o capitalista trabalhador; 2)não gosta de trabalhar; 3)tem ganância de dinheiro e poder; 4)tem ódio infinito contra quem tem sucesso; 5)garante que Deus não existe; 6)quer destruir a família em troca de sexo e luxo e 7)se considera o mais inteligente do planeta. O esquerdista age em prol do estado e conforme uma utopia diabólica.

Em suma, o conservador capitalista é o verdadeiro trabalhador e o progressista socialista é o verdadeiro explorador. O lado do Partido Conservador é o do trabalhador honesto que erra, mas paga pelos seus pecados e que acredita em Deus como único portador da justiça divina e verdadeira. O lado dos partidos esquerdistas é o do grande capital especulador, do governo mundial, do aborto e do inferno.

Veja mais:

Nenhum comentário: