quarta-feira, 13 de novembro de 2013

A democracia fake da Organização PT e: A esquerda não larga o osso

A democracia fake do PT.
Por Coronel do Blog CoroneLeaks (Coturno Noturno)
Depois do alarido da mídia de que o PT é um partido democrático, que elege os seus dirigentes pelo voto de 400 mil militantes, vem a dura realidade para a cumpanherada. O diretório nacional ameaça intervir nos diretórios regionais que não obedecerem a suprema vontade de Lula e priorizarem a reeleição de Dilma Rousseff. Azar dos desejos locais.

Todos os nossos diretórios estão convictos de que a prioridade é a reeleição da presidente. Isso já aconteceu em 2010 e deve ocorrer agora. É para isso, para haver uma sintonia mais fina, que nós vamos convocar uma reunião com todos os presidente estaduais, em São Paulo, para ter esse quadro nacional e avaliar se há algum descompasso, alguma falta de sintonia. Justamente, para que não haja nenhum tipo de intervenção — afirmou o recém reeleito presidente nacional, Rui Falcão

Fica provado que a cumpanherada serve apenas para dar aquela aparência de democracia interna, quando na verdade os candidatos estaduais serão escolhidos na base do dedaço. É a democracia fake do PT.
A esquerda não larga o osso.

Jango: muito álcool, muita carne gorda e muito ócio na sua fazenda no Uruguai.

Hoje assistiremos a mais um capítulo da agonia da esquerda, com a exumação dos restos mortais de Jango. Foram criadas comissões da verdade Brasil à fora para encontrar cadáveres. Só acharam um. Jango. Hoje o circo continua. "Exumar Jango é também exumar a ditadura”, diz Maria do Rosário, ministra dos Direitos Humanos mas, antes de tudo, candidata ao Senado no Rio Grande do Sul. Enquanto isso, menores são assassinados, produtores rurais são escorraçados das suas terras e o crack arrasa a vida de milhões de brasileiros. E a ministra calada. A esquerda não larga o osso da tentativa de incriminar os militares. Isso já rendeu muita indenização. E um discurso que fede mais do que um túmulo aberto.

Nenhum comentário: