sábado, 12 de outubro de 2013

VEJA VINTE RAZÕES PARA NÃO VOTAR NO CANDIDATO DA ORGANIZAÇÃO PT

JORNALISTA RICARDO SETTI LISTA 20 RAZÕES PARA NÃO VOTAR NO PT!
Por Aluízio Amorim


Estas fotos prescindem de legenda e falam por si só.

Em sua coluna no site da revista Veja, o jornalista Ricardo Setti, afirma que deseja romper o luto pela desastrada decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que, “ao aceitar os tais embargos infringentes, com eles, esticar o julgamento da quadrilha de mensaleiros até Deus sabe onde — com o risco de crimes graves serem prescritos, e quadrilheiros saírem livres, leves e soltos — foi um golpe duro na confiança na Justiça”.

Setti, que se encontra entre o diminuto grupo de jornalistas brasileiros da grande imprensa brasileira que não aderiu à canalha dos serviçais do PT que operam nas redações, escreveu um artigo brilhante no qual elenca 20 razões para votar contra o PT nas eleições do ano que vem.

Destaco cinco dessas razões apontadas pelo colega Ricardo Setti, nome que honra o jornalismo brasileiro. Ao final o link para que leiam o artigo completo. Setti diz que a lista está apenas no começo. Recomendo que leiam porque vale a pena. Eis cinco razões para votar contra os liberticidas ladravazes que impedem que o Brasil saia deste lixo em que foi atirado e que impede que o país dê um espetacular salto de progresso.

Trata-se, portanto, de dar um basta ao projeto hegemônico de Lula, que também é... 
  • O projeto de tomar conta do Congresso, comprando-o com dinheiro sujo, e subordiná-lo ao Executivo.
  • O projeto daquele que o Ministério Público denunciou como sendo “chefe da quadrilha do mensalão” — e que como tal foi aceito pelo Supremo Tribunal –, o ex-ministro José Dirceu, o velho projeto totalitário de “bater neles nas urnas e nas ruas”.
  • O projeto de um “núcleo duro” estalinista que nunca escondeu seu desprezo pela “democracia burguesa” — e que continua não escondendo.
  • O projeto de Rui Falcão, aquele que, embora nascido e cevado nela, denuncia “a elite” e ofendeu o Supremo Tribunal Federal ao incluí-lo entre a oposição “conservadora, suja e reacionária”.
  • O projeto de Franklin Martins — que voltou a frequentar o Planalto — e sua turma, que a cada momento ressurge dentro do PT querendo um certo “controle social” da imprensa, sinônimo de calar a boca da imprensa independente.

Nenhum comentário: