segunda-feira, 29 de julho de 2013

UM EMBUSTE CHAMADO MARINA SILVA

UM EMBUSTE CHAMADO MARINA SILVA
Por Aluízio Amorim no blog www.aluizioamorim.blogspot.com

Marina Silva: plano C para garantir sustentabilidade ao comunismo.

A famosa blogueira Nariz Gelado, que havia dado um tempo, voltou a postar seus excelentes comentários políticos. Guerreira da internet, pioneira dos blogs políticos independentes, Nariz Gelado costuma meter o dedo na ferida, eviscerar os fatos sem dó e trazer a realidade do fundo das entranhas da política.

Reproduzo, após este prólogo a parte inicial, com link para leitura completa, de artigo que escreveu sobre o destaque que Marina Silva vem obtendo nas últimas pesquisas que medem a preferência dos brasileiros pelos candidatos à presidência da República.

A campanha presidencial já está nas ruas. O ano de 2014 está cada vez mais perto. O primeiro semestre de 2013 já se foi. Depois vêm os festejos de final de ano e a Copa do Mundo. Os fatos distraem e apressam o fluir do tempo rumo a uma eleição presidencial que tem características muitos especiais, depois de mais de uma década do desastrado governo petista.

Assim, é interessante que o debate comece já. Os brasileiros não podem mais cometer desatinos elegendo quem não tem competência para presidir a Nação. Não podem trocar seis por meia dúzia, não podem cair na conversa mole de Marina ecochata, montada numa palavra de ordem completamente idiota e que não significa nada: sustentabilidade. No máximo Marina pode dar sustentabilidade para a continuidade dos comunistas no poder. Nariz Gelado adverte para mais este embuste. Leiam:

Não pode haver surpresa com o fato de que Marina Silva apareça, nas últimas pesquisas, como a grande beneficiária das manifestações nacionais que andaram pedindo o fim da política e dos políticos.

Sem cargo legislativo ou executivo desde 2009 – e sem partido até o início deste ano - a fundadora do PT, ex- vereadora, ex-deputada estadual, ex-senadora e ex-ministra do governo Lula vem alimentando, com sucesso, uma imagem de criatura pura, jamais maculada pelos trâmites tradicionais da política nacional.

Mas não é só dos desavisados que ignoram sua longa carreira política dentro de um sistema que hoje ela diz condenar, que o marketing de Marina Silva se beneficia. Ela também encanta porque se apresenta como ícone do petismo envergonhado – a turma que votou em Lula em 2002 e sentiu-se traída em meados de 2005, quando o mensalão veio à tona. Para estes, Marina coloca-se como representante máxima da decepção e revolta com um PT que "se desviou do bom caminho", adotando táticas que condenara até chegar ao poder.

Seria lindo se não fosse uma mentira deslavada – do tipo que só está colando porque ninguém tem coragem de chamar Marina Silva pelo que ela realmente é: uma oportunista, com ares de santa e ambições comuns a qualquer outro político que caminhe sobre a face da terra. “Qualquer outro político” é, na verdade, uma injustiça. Marina pode ser comparada aos piores se considerarmos como ela manipula a opinião pública dizendo combater um sistema no qual tem se banqueteado há pelo menos três décadas. Clique AQUI para ler TUDO!

Nenhum comentário: