terça-feira, 30 de julho de 2013

TERROR COMUNISTA TREINA JOVENS NO MATO GROSSO PARA PROMOVER AGITAÇÃO E QUEBRA-QUEBRA NAS CIDADES BRASILEIRAS

Por Aluízio Amorim no blog www.aluizioamorim.blogspot.com

Como se vê, não são protestos espontâneos, mas terrorismo.

Esta nota postada na coluna de Felipe Patury, do site da revista Época diz tudo. Isso é muito grave. Trata-se de organização terrorista atuando no Brasil e explica as brutais agitações e depredações que vêm ocorrendo principalmente em São Paulo e no Rio de Janeiro. Leiam:

Primeiro, a ONG Defensoria Social espalhou voluntários pelo país para defender manifestantes presos por vandalismo. Agora, os anarquistas também recebem treinamento de instrutores experientes. Nos fins de semana, os jovens se reúnem em cidades de Mato Grosso para fazer coquetel molotov e escudo de madeirite e produzir líquidos que anulam o efeito do gás lacrimogêneo.

Nesses encontros, eles escolhem bancos e empresas multinacionais como alvos de depredação. Participam dessas reuniões os anarquistas Anonymous, Anarcopunk e Acción Directa, ex-militantes do MST, alguns dissidentes das Farc e remanescentes da guerrilha uruguaia Tupamaros e da Central Operária Boliviana.

Os próximos atos de vandalismo como ação política estão previstos para o desfile de 7 de setembro e o Rock in Rio. Da coluna de Felipe Patury/ revista Época

Nenhum comentário: