sábado, 29 de junho de 2013

ORGANIZAÇÃO PT USA INTERNET PARA PRENDER JUVENTUDE NUMA JAULINHA TIPO OBSERVATÓRIO PARTICIPATIVO, BATE PAPO ESQUERDISTA, PROMOÇÃO DA DITADURA SOCIALISTA E OUTRAS IDIOTIAS POLÍTICAS

PT quer jovens que protestam contra Governo trocando ruas por um "observatório participativo".
Por Coronel do Blog CoroneLeaks (Coturno Noturno)
Diante das diversas demandas apresentadas por jovens que participam de manifestações em todo o País, o governo decidiu criar um "canal de diálogo" nas redes sociais na internet para ouvir a juventude, anunciou nesta sexta-feira a secretária nacional de Juventude, Severine Macedo.

(Vejam que, em vez de agir, o governo quer conversar pelo twitter e pelo facebook...)
"Precisamos ampliar e qualificar os espaços de participação e ouvir a opinião da juventude, e para isso estamos propondo a criação do observatório participativo, que será lançado sem ser na próxima semana, na outra, para que a gente possa ter um canal de diálogo permanente com os jovens, através das redes sociais, para consultas públicas e aprofundar o conteúdo acerca dos temas de juventude", disse, após receber, no Palácio do Planalto, movimentos ligados à juventude, como as Uniões Nacional dos Estudantes (UNE) e Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes).

( "Observatório participativo" é tipo uma jaulinha: em vez do jovem sair para as ruas exigindo que este governo sem vergonha na cara melhore educação, saúde, emprego, vai pra internet bater papo com militante do PT)
As redes sociais têm sido usadas como um dos principais ambientes de mobilização e convocação de protestos. De acordo com Severine, poderão ser discutidas no "observatório participativo" questões como o enfrentamento da violência nas periferias, educação e demandas dos jovens que vivem no campo.

( É muita cara de pau!)
"A nossa avaliação é fortalecer cada vez mais esse diálogo da Presidência (da República), da Secretaria-geral (da Presidência) e de todos os ministérios que têm pauta de juventude. Nosso entendimento é que as políticas sociais e universais são as que mais têm feito que a juventude hoje avance, mas suas especificidades precisam ser mais asseguradas. Daremos sequência a esse diálogo pelas redes sociais, mas também com momentos presenciais de elaboração, de acompanhamento e participação", detalhou.

( Vai sair um 0800-Embromation, um chat enrolation e o que mais? O PT não entendeu nada!)
Segundo ela, o observatório servirá para abrir um canal de comunicação com jovens que não necessariamente pertençam a alguma organização social. "O observatório está aberto para o diálogo, para o jovem que quer opinar, ser consultado, discutir um tema da sua vida, sem, necessariamente, ter de ser eleito para um espaço de participação. Essa voz dele também será ouvida e sistematizada", afirmou.

( No power point está tudo bonitinho. Vocês já imaginaram o que vai custar um projeto absurdo destes, num governo onde nada funciona?)
Com informações do Estadão

Nenhum comentário: