quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

VENEZUELA QUER SABER A VERDADE: ONDE ESTÁ CHÁVEZ? GRUPO DE ESTUDANTES É ESPANCADO PELA POLÍCIA DO SUBSTITUTO DE CHÁVEZ NICOLAS MADURO

Por Aluízio Amorim no blog www.aluizioamorim.blogspot.com (aqui e aqui)

Aluízio Amorim






A polícia do governo chavista agrediu brutalmente nesta terça-feira os estudantes que faziam um protesto pacífico em frente à representação da ONU em Caracas. Depois de dissolver a manifestação na base do gás lacrimogêneo, os bate-paus do tiranete canceroso subiram as escadas que dão acesso ao escritório da ONU e retiraram à força um estudante que tentava se acorrentar como protesto pela ameaça de ruptura institucional que destrói o pouco que resta da democracia na Venezuela.

Os estudantes exigem o respeito à Constituição que determina que no impedimento do presidente devem ser convocadas novas eleições. Entretanto, com a doença de Chávez, há dois meses Nicolás Maduro, ex-vice-presidente, se adonou do cargo presidencial.

Na verdade, o que ocorre na Venezuela é um golpe de estado com o beneplácito da comunidade internacional, isto é, o conjunto dos chefes de Estado dos países democráticos e os órgãos de representação internacional como a ONU, OEA, Mercosul e demais organismos congêneres.

Por enquanto são apenas os estudantes que protestam nas ruas da Venezuela, mas seus atos de protesto não ganham nenhuma repercussão na grande mídia internacional, toda ela manipulada pela vagabundagem comunista internacional.

O governo chavista continua fazendo o que bem entende amparado pelas Forças Armadas acumpliciadas com o terror chavista e com os cartéis da cocaína. Até hoje os brucutus de Chávez não emitiram um só boletim médico oficial sobre o real estado de saúde do caudilho.

A rigor, ninguém sabe ao certo se Chávez está mesmo internado no Hospital Militar de Caracas. Ninguém sabe, ninguém viu. Nesta terça-feira se produziam-se diversas versões pelas redes sociais, principalmente no Twitter. Uma dessas verões afirma que o tiranete continua em Cuba. Outra diz que já teria morrido na virada do ano. Enfim, esse é o trágico momento em que vivem os cidadãos venezuelanos, excetuando a malta ignara que sobrevive às expensas do Estado, compradas com bolsas-família e coisas do gênero.
Tags: Venezuela, Nicolás Maduro, Hugo Chávez terminal, Hugo Chávez desaparecido, Maduro esconde a verdade, Hospital Militar de Caracas, ditadura bolivariana, socialismo bolivariano, estudantes da Venezuela, escritório da ONU

Nenhum comentário: