sábado, 22 de dezembro de 2012

VEJA COMO É UM FELIZ NATAL DO ÓDIO OU DADO POR UM ESQUERDISTA

Um daqueles me deseja Feliz Natal: “pena que teu câncer te consumirá…”
Por Reinaldo Azevedo no blog www.veja.abril.com.br/blog/reinaldo/

Vocês devem imaginar quantos comentários ofensivos recebo por dia, especialmente porque a rede suja, financiada por estatais, estimula o achincalhe e a baixaria. As coisas que se publicam nas áreas de comentários por aí são espantosas. Ok. Eles escolhem os leitores deles. Eu escolho os meus. Não os publico, e ignoraria mais este não fossem alguns aspectos saborosos do texto do rapaz. Ele é a síntese e o exemplo da clientela cevada pelos esquisitos. Vai ficar feliz. Vai achar que caí no seu truque. Não! Mal sabe que é um emblema. Leiam o que ele mandou, conforme o original. Volto em seguida. O nome do bruto é Marco Nicolodi (destaco em vermelhito os seus grandes momentos).

Caro Reinaldo, creio que você deve estar se moendo por dentro devido ao fato de que o ministro não mandou prender os bandidos imediatamente. Não sei o que se passa na sua cabeça, deve haver um muro chamado MURO DA PARCIALIDADE: neste caso parcial para o Joaquim Barbosa, ministro o qual vocês devem chupar o coco pois é um dos nossos únicos representates (de direita) no âmbito nacional. Você botou uma idéia na cabeça: “ELE TA CERTO, ELE TA CERTO, AGORA DEVO COLHER OS ARGUMENTOS”. Esse é teu infeliz modus operandi. Amigo, aproveite bem esses teus últimos 10 anos de vida, pois você vai morrer de câncer, de tanto ódio que você tem por dentro. Um termo americano que te define: HATER.

Teu trabalho é odiar amigo. Gostaria de ver você escrevendo quando a direita entrar no poder, pena que teu câncer te consumirá antes que isso aconteça. Tenho pena dos teus filhos. Tenho pena da criatura que tu és. E tenho pena dos internautas, que infelizmente não poderão ver meu comentário, pois você só publica os positivos ou os revoltados com o PT. Lembra do PODER MODERADOR? Que com certeza tu já criticou? Pois é amigo, você está exercendo-o.

Prove que você defende a liberdade de imprenssa, e publique meu comentário, que não tem por que ser moderado, visto que não se trata de ofença gratuita.


Voltei
A mensagem é de tal sorte absurda, por razões diversas e combinadas, que cheguei a pensar que fosse um trote. Mas não é, não.

Ele começa me chamando de “meu caro” e, num texto de 227 palavras, faz votos de que eu morra de câncer duas vezes. Aliás, esse é um dos “hits” da escória. Ele deseja esse fim singelo para mim porque, assegura, sou um “hater”. Em linguagem internética, um “hater” não é um “inimigo”, mas um “odiador” mesmo. Entendo. O Marco Nicolodi, como vocês viram, não odeia ninguém, é uma criatura bondosa, um verdadeiro… “LOVER”!

Na sua estupenda ignorância — imagino quais sejam suas fontes de informação —, comprou a mentira de que Joaquim Barbosa é “de direita”. Fosse essa a sua maior estupidez, talvez houvesse cura pra ele. Mas quê… Esse rapaz não sabe que ele, sim, é portador de uma doença incurável, que é de fundo moral.

Vejam que ele tem pena também de vocês, os leitores habituais, porque, disse, seriam privados de ler suas palavras tão lúcidas, tão gentis, redigidas com tanto apuro, com tanto esmero e amor pela sintaxe e pelo vernáculo. Isso para não falar da grandeza das ideias.

Segundo diz, só provo defender a liberdade de “imprenssa” — escrevesse “imprença”, o erro seria menos energúmeno… — se publicar seu comentário intelectualmente desafiador. Afinal, como vocês podem constatar, ele está certo de que não se trata de “ofença” gratuita…

Pronto, Nicolodi! Tire uma cópia e leve para o boteco. Mostre a seus amigos que você disse “umas verdades” àquele Reinado Azevedo, o “hater” que você quer que morra de câncer para provar que você é um homem que ama… Demonstre que você espalha por onde passa a sua profundidade, a sua cultura, a sua delicadeza.

Sou-lhe grato — e, por seu intermédio, a milhares que tiveram seus respectivos comentários jogados no lixo neste 2012 — por demonstrar, uma vez mais, quem são vocês e quem somos nós.

Tenha um ótimo Natal, Nicolodi, ao lado das pessoas que você ama! Tomara, e digo sinceramente, que você viva muitos anos. Ainda que você tivesse sido agraciado (ou punido, sei lá) com a vida eterna (refiro-me a esta, sabe?, de Metazoa…), você não faz ideia do quanto eu não o invejo.

Reinaldo

PS – Nada de agredir o Nicolodi! Eu poderia tê-lo ignorado, e ninguém saberia da sua existência. Ele se torna, assim, um agente de esclarecimento sobre o que vai do lado de lá.

Tags: petralhas, Marco Nicolodi, Hater, Lover, tu criticou parece de Santa Catarina, Joaquim Barbosa, prisão dos mensaleiros, feliz Natal do ódio, governo do PT

Nenhum comentário: