segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

ONU INICIA NESTA 2A. FEIRA REUNIÃO EM PAÍS ISLÂMICO PARA DETERMINAR A CENSURA GLOBAL À INTERNET. GOOGLE E DEPUTADOS EUROPEUS REAGEM! NO BRASIL OPOSIÇÃO SILENCIA!

Por Aluízio Amorim no blog www.aluizioamorim.blogspot.com
Os olhos da internet no mundo se voltam para Dubai a partir desta segunda-feira, quando começa uma reunião de 12 dias em que a estrutura internacional da internet será debatida pelas 193 nações da União Internacional de Telecomunicações da ONU (ITU, na sigla em inglês). O evento já se inicia com uma polêmica: uma campanha liderada pelo Google questiona a legitimidade do controle da rede pela ONU e a exclusão das empresas e usuários da votação que poderá definir o futuro dos negócios e dos usuários na rede.

Além do Google, deputados europeus também questionam a legitimidade da organização para legislar o tema, durante a Conferência Mundial de Telecomunicações Internacionais 2012.

Realizada em Dubai, nos Emirados Árabes, o encontro vai até o dia 14 de dezembro, com o objetivo de revisar o tratado firmado em 1988 para facilitar as negociações comerciais e técnicas internacionais entre as operadoras de telecomunicações.

Na pauta oficial, entram o direito humano de acesso às comunicações, segurança no uso de TICs, proteção de recursos críticos nacionais, marcos regulatórios internacionais, cobrança e contabilidade, interconexão e interoperabilidade, qualidade do serviço e convergência.

Por trás da pauta, críticos apontam tópicos mais polêmicos como uma possível carta branca a países como o Irã e a China para a retirada do ar de blogs e outros conteúdos, além de restrições que esses governos impõem à internet. Leia MAIS

MEU COMENTÁRIO - Olhem aí o "governo mundial" dando mais um passo para promover a censura em nível planetário. Tem razão a empresa Google quando questiona a legitimidade do controla da rede pela ONU, essa organização controlada pelos tarados ideológicos da nova ordem mundial, uma penca de burocratas comunistas.

Notem que escolheram para sediar esse evento Dubai, a maior cidade dos Emirados Árabes, uma monarquia islâmica.

Claro, a escolha tem evidentemente uma finalidade, impedir os protestos que ocorreriam se a reunião fosse num país democrático.

A ONU, a rigor já é a sede do governo mundial. Aos poucos a soberania das Nações vai sendo solapada por esses burocratas comunistas regiamente pagos com a contribuição de bilhões de dólares subtraídos das nações. Isto quer dizer que estamos pagando para esses semoventes do comunismo do século XXI nos impor a mordaça.

A oposição brasileira vergonhosamente se omite e se transforma em mais um bando de crápulas traidores da causa democrática e da liberdade.


HORA DE REAGIR. UTILIZEM AS FERRAMENTAS DE COMPARTILHAMENTO LOGO ABAIXO E COMPARTILHEM ESTE POST EM SUAS REDES SOCIAIS OU POR EMAIL!

Nenhum comentário: