terça-feira, 18 de dezembro de 2012

ESTADOS UNIDOS DEVE RETIRAR O EMBARGO À CUBA PARA QUE A MISÉRIA DA DITADURA CUBANA APAREÇA

Enfraquecer o embargo, enfraquecer o regime
POR MAGNO KARL* publicado no site www.ordemlivre.org

A permanência do embargo americano contra a economia cubana parece confirmar a máxima de que se uma política é ruim, o melhor a ser feito é lutar a todo custo para evitar a sua implementação. Depois de posta em prática, ela ganhará força mesmo que as condições que justificavam a sua implementação tenham mudado ou que seus objetivos jamais tenham sido atingidos.

Em artigo para a revista National Interest, Doug Bandow, senior fellow do Cato Institute, pede o desmantelamento imediato do embargo, uma política que considera ultrapassada, ineficiente e sem apoio internacional.

Para Bandow, a manutenção do embargo prejudica a população cubana e fortalece a liderança do regime, funcionando na direção oposta à intenção das autoridades americanas quando implementaram a política.

  • Lifting the embargo would be no panacea. Other countries invest in and trade with Cuba to no obvious political impact. And the lack of widespread economic reform makes it easier for the regime rather than the people to collect the benefits of trade, in contrast to China. Still, more U.S. contact would have an impact. Argued trade specialist Dan Griswold, “American tourists would boost the earnings of Cubans who rent rooms, drive taxis, sell art, and operate restaurants in their homes. Those dollars would then find their way to the hundreds of freely priced farmers markets, to carpenters, repairmen, tutors, food venders, and other entrepreneurs.”
  • The Castro dictatorship ultimately will end up in history’s dustbin. But it will continue to cause much human hardship along the way.

Clique aqui para ler o artigo completo.

*Magno Karl, cientista social pela UFRJ, é tradutor e gerente de operações do Ordem Livre.

Nenhum comentário: