quarta-feira, 4 de julho de 2012

SOB O DOMÍNIO DO PT, BRASIL PROMOVE A IMPLANTAÇÃO DO COMUNISMO EM TODO OS PAÍSES DA AMÉRICA LATINA

Por Aluizio Amorim no blog www.aluizioamorim.blogspot.com

A questão que se coloca para a América Latina atualmente é de natureza eminentemente política: ou repudia o ataque comunista ou sucumbe aos seus algozes. Se alguém tinha alguma dúvida sobre isso basta analisar o noticiário internacional desta quarta-feira. O episódio da destituição do ex-bispo comunista da presidência do Paraguai trouxe à tona, além do fato em si mesmo, a brutal realidade que conspira contra a democracia em todo o continente latino-americano.
No final de semana noticiei com exclusividade aqui no blog a presença de 210 militares venezuelanos no Uruguai, quando foram protagonistas de um evento dentro do Instituto Militar daquele país reivindicando "pátria socialista" num ato típico de doutrinação do chavismo que leva a política para dentro dos quartéis, agora não apenas na Venezuela, mas nos demais países latino-americanos.
Nesta terça-feira, como noticiei aqui no blog, o Ministério da Defesa do Paraguai revelou ao mundo um vídeo mostrando o chanceler Nicolás Maduro, a mando de Hugo Chávez, numa reunião com o alto comando militar paraguaio, enquanto o Congresso dava seqüência ao julgamento de Fernando Lugo. Mais tarde o comando militar emitiu uma nota em que se perfilava ao lado da legalidade em obediência à Constituição do país.
Não é a primeira vez que Chávez se intromete em outros países para levar avante a sua loucura comuno-bolivariana. Fez isso em Honduras no caso da deposição do caricato aprendiz de tiranete Manuel Zelaya, que comia pelas mão do tiranete de Caracas.
Naquela funesto episódio o Brasil sob o domínio do PT repatriou Zelaya que já estava no exterior e o hospedou dentro da embaixada Brasileira em Tegucigalpa, transformando a representação diplomática brasileira num bizarro bunker dos comunitas cucarachas.
Agora, em decorrência da crise paraguaia o Brasil é acusado pelo chanceler uruguaio, de ter pressionado os países do Mercosul a suspender o Paraguai do bloco regional. Aliás, a reação do Brasil quando explodiu a crise no vizinho país foi ridícula, quando acusou a existência de um golpe, para logo depois tergiversar através de nota do Itamaraty amansando o discurso.
Entretanto, na reunião do Mercosul, por trás dos panos, o Brasil foi protagonista de uma ação vegonhosa ao patrocinar a inclusão da Venezuela no Mercosul, quando se sabe que Chávez pisoteia sem cerimônia a cláusula democrática do tratado do bloco. Sob o tacão de Hugo Chávez a Venezuela, como todos sabem, já não é há muito tempo uma Nação democrática.
O que está ocorrendo e a grande mídia continua escamoteando de forma miserável é que todos esses eventos fazem parte do plano estratégico de implantação do comunismo em toda a América Latina, sendo o Brasil, sob o domínio do PT, o principal artífice. A imprensa não alude ao fato da existência do Foro de São Paulo, entidade fundada por Lula no início dos anos 90 e que atua de forma sincronizada em todo a América Latina. Tanto é que no início do ano houve uma reunião do Foro de São Paulo no México, quando o secretário dessa organização, o petista Valter Pomar, leu ao final do evento um manifesto de apoio a Lopez Obrador, o candidato esquerdista à presidência do México, que derrotado agora esperneia acusando, sem qualquer prova, que teria havido fraude na eleição mexicana.
Em resumo: o Brasil sob governo do PT e berço do famigerado Foro de São Paulo é o principal ator dessa ação diabólica que tem em mira transformar a América Latina numa versão da URSS do século XXI.
As mirradas oposições nos países latino-americanos foram praticamente aniquiladas e são incapazes de trazer ao debate e denunciar o que estou delineando aqui e agora. Submetem-se covardemente à patrulha do Foro de São Paulo e têm medo de pronunciar a palavra "comunismo"!, quando se sabe pela evidêncica irretorquível dos fatos que a bandalha comunista já venceu pelo menos a metade da batalha.
Como já afirmei aqui no blog em análise análoga, o movimento comunista internacional está mais vivo do que nunca, entretanto mudou o discurso, maquiou conceitos, adotou o pensamento politicamente correto, vestiu-se de verde e costuma ridicularizar todos aqueles que ousam denunciá-lo. Normalmente os comunistas saem-se com esta: "o comunismo não existe mais", o que é uma deslavada e sórdida mentira.
Acreditem: Hugo Chávez é apenas um verme a serviço do Foro de São Paulo. A cabeca do monstrengo que dirige e organiza a implantação do comunismo na América Latina está aqui no Brasil, chama-se PT, o criador do Foro de São Paulo e seu dono absoluto. Tanto é que os marketeiros do PT atuam nas campanhas eleitorais de seus congêneres em todo o continente latino-americano. Que o digam Hugo Chávez, Olanta Humala, Lopez Obrador, Evo Moralles, o vovô tupamaro e o bispo comunista.Como a grande imprensa escamoteia tudo isso esse artigo que você acaba de ler, prezado leitor, pode soar como mais uma teoria conspiratória. Antes fosse. O pior é que traduz a verdade absoluta.

Nenhum comentário: