quarta-feira, 21 de março de 2012

POLÍTICA ESQUERDISTA DE TERRA ARRASADA. AQUELES QUE NÃO SE IMPORTAM COM DIREITA E ESQUERDA EQUIVOCAM-SE PORQUE ESSA DESINFORMAÇÃO PODE NOS LEVAR A REINADOS DE TERROR

A política esquerdista de terra arrasada
Escrito por Joseph Farah e publicado no site www.midiasemmascara.org

Não é tecnicamente ilegal falar contra as normas do politicamente correto da esquerda - ainda. Mas o custo de fazê-lo está ficando maior a cada dia.

(1) Pat Buchanan, símbolo do conservadorismo, foi vaiado na MSNBC, o canal de tevê porta-voz inconteste da ortodoxia esquerdista.

(2) Em um ato de hipocrisia política, o apresentador de rádio Michael Savage foi literalmente proibido de visitar o Reino Unido, por conta das suas opiniões públicas populares - e a mídia e todo establishment político e cultural dos EUA respondem a isso com um mero bocejo coletivo.

(3) Rush Limbaugh chama uma fornicadora confessa, que testemunhou publicamente perante o Congresso sobre sua dificuldade para comprar contraceptivos, de "vagabunda" - o que ela é, de acordo com a definição do dicionário -, e dezenas de anunciantes nacionais capitulam em boicotar as ameaças que sobrevieram a Limbaugh devido à declaração.

(4) A máfia homossexual cria listas de inimigos para os que levam a sério a condenação bíblica da sua atividade como pecado, visando silenciar o debate livre e aberto sobre a legitimidade de seu comportamento e suas táticas de intimidação.

(5) Um corajoso xerife do Arizona atende a solicitações diversas para investigar a autenticidade da certidão de nascimento de Barack Obama e, depois de meses de investigação, pesquisa e testes, descobre que ela é falsa. E toda a grande mídia, unida, prefere tratar o caso como uma estória qualquer do tipo “cão morde homem”, afirmando que Joe Arpaio está apenas tentando obter publicidade em ano eleitoral.

Eu poderia prosseguir com mais e mais exemplos destes.

Mas você captou a ideia.

Nós estamos um vivendo num tempo de controle dos meios de expressão sem precedentes.

- Detenção em caso de pregações na rua.

- Em frente às clínicas de aborto temos áreas “proibidas para manifestações”.

- Códigos de expressão tomaram o lugar da “liberdade acadêmica” nos campi país afora.

Não é tecnicamente ilegal falar contra as normas do politicamente correto da esquerda - ainda. Mas o custo de fazê-lo está ficando maior a cada dia. Se você quiser fazer valer a Primeira Emenda da Constituição, é bom que você seja capaz de pagar um bom advogado para se defender.

Mesmo as instituições e empresas criadas especificamente para oferecer um ponto de equilíbrio em um mundo midiático repleto de conformidade estão correndo com medo. Uma está enfrentando acusações no Reino Unido e temendo que isto possa se mover na direção oeste.

Há apenas algumas coisas sobre as quais você não pode falar na América hoje. Ponto.
Fim da história.

Será que estamos melhor como nação do que éramos quando o diálogo vibrante e o debate eram as regras do dia?

Sim”, é a resposta que vem da esquerda.

E eles querem ir com esta insanidade mais longe, muito mais longe.

Eles podem ter falhado em inserir a “fairness doctrine” (Doutrina da Equidade), de inspiração orwelliana, na legislação, mas eles a têm implementado com sucesso através de listas negras, boicotes, pressão midiática, intimidações, ameaças e processos judiciais.

As apostas são altas porque homem deles, na Casa Branca, está em apuros. Eles não conseguem entender por que os americanos não estão satisfeitos com a transformação fundamental da sociedade que ele tem empreendido.

E agora não se tem provas de que a Receita Federal esteja agindo em retaliação aos que opõem ao ungido de comando e controle e suas políticas de Big Government. Organizações Tea Party em todo os Estados Unidos estão recebendo algo que nunca tiveram antes - avisos de auditoria. Eu ganhei o meu primeiro quando tive a audácia de investigar os escândalos de Bill Clinton em um ano eleitoral. Praticamente todas as inhas deduções padrão foram recusadas porque a Receita não gostou da minha documentação: recibos de cartão de crédito!

Minha auditoria foi tão previsível quanto a que farei no ano que vem, caso Obama se reeleja. É assim que a esquerda age - utilizando a força bruta do Estado, incutindo o medo e abafando as vozes de oposição.

A história nos mostra que esse tipo de tática, se não for reprimida e repudiada, leva a abusos ainda piores, incluindo a violência. Vimos isto na Revolução Francesa, na Revolução Bolchevique, no reinado de terror de Mao Dzedong, nos expurgos de Stalin, com os “camisas negras” de Mussolini e com os “camisas pardas” de Hitler.

Inevitavelmente, é para lá que esta mentalidade e essas táticas irão nos levar.
Eu não quero isso.
Eu não quero isso para a América.
E por isso me solidarizo com os alvos da presente onda de histeria irracional dos ameaçadores.

Joseph Farah é o editor-chefe e fundador do www.wnd.com.
Original: The left's scorched-earth policy
Tradução: Edson Camargo

Tags: direita, esquerda, terrorismo, desinformação

Nenhum comentário: