terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

REFORMA POLÍTICA TEM DE PÔR FIM A JUÍZES QUE VIRAM "ELEITORES"

Reforma tem de pôr fim a juízes que viram “eleitores”
Publicado por Reinaldo Azevedo no blog www.veja.abril.com.br/blog/reinaldo

A reforma política também precisa cuidar de outro absurdo. Em caso de impedimento de governador ou prefeito, tribunais eleitorais estão empossando os segundos colocados. É uma barbaridade! Trata-se de eleger o derrotado, o que certamente trai o princípio da democracia. A saída? A única decente é fazer outra eleição. “E se for em fim de mandato?” Apela-se às assembléias e às câmaras de vereadores. Dar posse a quem perdeu a eleição é uma coisa asnal — e antidemocrática!

Um comentário:

Anônimo disse...

...muito bom! Gostei dessa Sr. Navarro! Com toda certeza e razão, empossar derrotado é uma decisão de "JUMENTO PEGA". Não sou político nem serei, mas entendo que a melhor decisão é convocar imediatamente uma nova eleição, não importa o tudo mais; se o regime é democrático, então que se pratique a democracia! Parabens pela nobre e sábia linha de pensamento.