quarta-feira, 15 de setembro de 2010

O BIG BROTHER DO CIDADÃO CAPITALISTA ou: PRECISAMOS CONTROLAR OS AGENTES GOVERNISTAS PETISTAS COM CÂMERAS

O governo petista bisbilhota nossas contas, filma nossos passos e grava nossa voz. Usa nossa visibilidade para nos acusar daquilo que não fizemos. Se o petista teu vizinho não te gosta, estão você será acusado de bater em teu filho. O policial petista e o juiz petista te prenderão e levarão teu filho para o conselho tutelar cheio de petistas que facilitarão uma adoção internacional. Que mundo é esse? Esse é o mundo que os petistas reservam para tu.

O governo petista atual já surrupiou tua liberdade. Só nos resta um fio de esperança de derrotá-los na eleição daqui a quinze dias. Se não vencermos, estará instalada a ditadura legal que se transformará no big brother que exterminará tua liberdade, teus bens e, por fim, tua vida.

George Orwell (Eric Arthur Blair) escreveu em 1948 o livro intitulado “1984”. Ele desenhou um estado totalitário repressivo oligárquico coletivista. Não se pode dizer que era uma crítica ao estado socialista porque Orwell se dizia simpático ao socialismo fabiano, ideologia de meados do século XIX. Porém, socialistas ou petistas não percebem que o estado proposto por eles é totalitário.

No entanto, a sociedade desenhada claramente não era capitalista. Por consequência, nenhum cidadão era livre e ninguém possuía nada, pois tudo era do estado que colocava câmeras em cada rua, prédio, quarto, cubículo, caverna, banheiro ou esconderijo imaginado por alguém. Até o pensamento do cidadão era vigiado.

Defendo um estado capitalista inverso àquele horrível estado desenhado por Orwell. O estado inverso é aquele que o cidadão controla tudo que se refere ao aparelho do estado. Se no estado orwelliano (petista, nazista ou socialista com certeza) o cidadão tinha seus pensamentos vigiados, então no estado transparente e democrático quem tem ações e pensamentos vigiados é o agente da máquina estatal (Servidor Público, Prefeito, Juiz, Governador, Presidente).

Hoje, o agente da máquina estatal é o petista. É aquele que faz negócios com dinheiro público. Faz isso escondido de você e quando descoberto diz que tem o direito de não ser vigiado e que nós somos bisbilhoteiros deles. Veja os recentes escândalos da quebra do sigilo da Receita do PT, da Casa Civil do PT, da Polícia do PT que não investiga petistas e do Ministério Público que diz que não apura antes da eleição para não prejudicar a candidata do PT.

Proponho então que cada rua, prédio, sala, cubículo (menos banheiros!!) de prédios públicos tenham câmeras filmadoras de som e imagem que vigiem o servidor ou agente público enquanto exercendo função pública. Claro que as imagens das câmeras devem ficar em local público. Abaixo o sigilo do processo público! Acesso irrestrito do cidadão a qualquer documento produzido por servidor ou agente público. Que você cidadão capitalista não seja controlado e sim controlador.

Tags: George Orwell, 1984, governo do PT, ditadura do PT, socialismo, desesperança, sigilo do processo público, acesso à informação, Big Brother do Cidadão, Eric Arthur Blair, petismo, esquerdismo, liberdade

Nenhum comentário: