sexta-feira, 5 de março de 2010

VAMOS REGULAMENTAR E BAIXAR O VALOR DO PEDÁGIO.


O pedágio é um imposto caro que vai direto ao bolso do particular e, por isso, é uma política de concentração de renda e também é um atraso aos tempos da idade medieval quando os senhores feudais cobravam pedágio de cada um dos transeuntes que passavam pelas estradas do imenso feudo. O pedágio é, claramente, uma restrição à nossa liberdade de locomoção.

Além disso, as empresas detentoras das concessões lucram exageradamente e, não querendo perder a fonte, investem pesado nas campanhas políticas dos candidatos mais prováveis vencedores. Como consequência, os nossos políticos só fazem discurso contra o pedágio nos dias de véspera da visita às concessionárias para pedir contribuição para a campanha. Depois de eleitos, ficam quietos.

Existem concessionárias fechando entradas de postos de gasolina que estavam há cinquenta anos ali na beira da estrada. Também existem restaurantes e lanchonetes que gerações de famílias serão expulsas se não pagarem altíssimos valores de "licença" às donas do pedágio. As praças de pedágio podem tornar-se palco de guerras.

O cidadão restringido em seu direito de livre circulação está indefeso porque não tem políticos que o defendam.Para evitar injustiças, lucros exagerados, corrupção e mortes é necessário regulamentação das concessões de pedágio quanto ao seu valor e quanto às taxas de "licença" aos serviços prestados ao longo das estradas.

Por isso, surgiram movimentos contra o pedágio. É necessário regulamentá-lo e abaixar suas tarifas. Quem quiser colaborar nessa luta deve participar de fóruns de discussão sobre pedágio e se juntar aos movimentos contra o modelo de pedágio implantado no Brasil. Para isso, acesse o blog: www.pedagio.org e dê sua participação.

Tags: pedágio, imposto, restrição à liberdade de locomoção, concessão,

Nenhum comentário: